terça-feira, 30 de novembro de 2010

Um cheirinho a Natal

Obrigado Raquel



Andam nuvens bem negras a pairar, de tal maneira que a tristeza invadiu meu coração.
Não fosse um simples postal enviado por uma amiga que não conheço, mas que veio no momento certo e conseguiu aconghegar-me um pouquinho.
Amiga Raquel ainda bem que antecipaste a tua troca de postais,adorei, aliás adoro receber postais pois se analisarmos a questão enviar um postal de Natal caiu em desuso

Ao abrir além de uma simpática mensagem, o mágico postal ainda trazia de bónus duas meadas de linha de bordar, que de certo vou saber dar-lhes o uso que merecem.




Minha querida Raquel, o meu obrigado e até breve,Beijinhos

domingo, 21 de novembro de 2010

Tarte de Limão Merengada





Sempre muito atenta no que faz.



Mãos à obra e num abrir e fechar de olhos a J tinha tudo pronto.



Mãos pequeninas mas que já ajudam muito!



Numa tarde de domingo resolvi com ajuda da minha pequenota fazermos uma receita nova, daquelas que vem não sei aonde e que não puxa a fazer, mas como havia vontade e até havia os ingredientes todinhos...bem menos o rum...mas havia uma pistola nova de pasteleiro para estrear e a J. não queria deixar para outro dia, por isso aqui fica o registo em imagens e o convite para um chá, por fim a receita que penso que se pode trocar os limões por laranjas,para quem preferir.



Base-Manteiga para barrar a forma
1 embalagem de massa quebrada


Recheio-4 gemas de ovo
1 lata de leite condensado
sumo e raspa de 2 limões
1 colher de sopa de rum
(eu substituí por whisky)

Merengue-4 claras de ovo
1 pitada de sal
4 colheres de açucar em pó
1 saqueta de açucar baunilhado

Pré- aqueça o forno a 180ºC ,unte uma tarteira com cerca de 26cm de diametro e forre-a com a massa quebrada, pique o fundo com um garfo e cubra com papel vegetal,leve ao forno cerca de 15 minutos.
Entretanto prepare o recheio, bata as gemas com o leite condensado, adicionea raspa, o sumo dos limões e o rum.
Retire a forma do forno e o papel vegetal. Deite o recheio e alise com a ajuda de uma espátula.Leve ao forno durante mais 15 minutos.
Para o merengue, bata as claras em castelo com o sal.Assim que começarem a prender, junte o açucar em pó e o açucar baunilhado.continue a bater até que fiquem firmes.
Com um saco de pasteleiro e um bico canelado, cubra toda a superficie da tarte com pequenos enfeites.Leve ao forno a dourar por alguns minutos.

Se não tiver saco de pasteleiro pode utilizar uma espátula para espalhar o merengue

sexta-feira, 19 de novembro de 2010

Mais uma blogagem colectiva



Já vai começando a ser hábito entrar nestes desafios coléctivos,são maneiras de interagir com outras pessoas e por vezes arranjamos novas e boas amizades.
Desta vez o desafio veio da Glórinha do blogue café com bolo, que por sua vez estava divulgando um desafio de uma amiga sua do blogue Desconstruindo mãe.
O desafio consiste em falar sobre violência doméstica nas crianças e adolescentes divulgar contar uma história que se conhecesse, claro que este assunto não me passa ao lado e teria que contar esta história.


Já faz alguns anos que essa infância passou, Maria devia ter os seus cinco anos e adorava ir para o "parque" onde podia ser criança a tempo inteiro, aí corria,brincava às escondidas,via livrinhos,fazia rodas dava gargalhadas sem fim, mas tal como nos contos de fadas com a chegada das seis horas tudo tinha tendência a acabar, pois Maria ía para casa sózinha e quando chegava a casa tinha que lavar a sua roupa, para no outro dia estar tudo pronto para voltar a vestir...com o passar dos anos do simples lavar de roupa Maria além dos estudos os trabalhos dométicos eram mais e se algo não estivesse ao gosto de sua mãe, era motivo para apanhar tareia, não só de valentes palmadas, como se tentasse fugir agarrava-a pelos seus longos cabelos, outras vezes chegava atirar com facas, que nunca acertou, mas podia, mas a maior violência para Maria era quando" gritava ó mãe não me batas mais"e a mãe respondia "não me chames mãe que eu nem sei se sou tua mãe,não te vi nascer"isto tudo porque a pobre da Maria era gorda e nasceu de cesariana e naquela altura cesariana era com anestesia geral.
Maria só se conseguiu libertar destes maus tratos já era uma adoloscente de quinze anos, não foi o melhor nem da melhor maneira, mas sei que ainda em pequena ela fez uma jura que se tivesse filhos nunca iria ser tão ausente e tão intolerante com eles, promessa que sei que defende com unhas e dentes.

Ser mãe é tudo, só uma mãe é capaz de mandar beijos pelo correio.

quarta-feira, 17 de novembro de 2010

Feira de Outono

Aqui estão alguns trabalhos que fiz para vender na feira do Outono que se realizou na nossa escola no passado dia 11/11/10 dia de Sº Martinho.
Estas bonecas são cópia de uma feita no infantário quando o meu filho tinha meses,adorei a ideia que ainda hoje a faço já lá vão 17 aninhos





Frascos pintados para enfeitar a árvore de natal









Bonecas feitas por mim, o modelo é tirado de uma um pouco maior




Árvore em fuxico







Uma árvore com a técnica de enchimento de fuxico



As minhas gorduchinhas ideia tirada de um blog brasileiro





Os meus cup cakes deliciosos(alfineteiros)ideia de um blog Brasileiro



Peço desculpa não me lembrar o nome do blog que tirei estas ideias.

domingo, 14 de novembro de 2010

Oferta para a minha cozinha



Ainda não tive tempo para contar, mas recebi de presente um fogão novo, e uma máquina para lavar a louça, o meu fogão antigo não saiu muito bom começou logo de inicío com ferrugem e depois de algumas reparações e manutenções feitas pelo maridão ao fim de quinze anitos lá veio um novato, quanto à máquina da louça achei que não fazia falta e na altura de fazer a cozinha não fiz armário a contar com ela, mas com o passar de anos e depois de muitas horas enfiada na cozinha começei a ver a diferença entre arrumar uma cozinha com máquina e a minha sem máquina, depois de se fazer um estudo à cozinha e metendo o secador na varanda lá chegou a minha ajudante, realmente não tem nada a ver, agora é um instante que se arruma a cozinha, mesmo que por vezes tenha que lavar um tacho ou uma panela.

Quanto ao fogão já cozinhei uns deliciosos cup cakes
Agradeço ao marido que é um querido e assim se esquiva de limpar a louça!

Uma Oferta






Oferta da amiga Miriam

terça-feira, 9 de novembro de 2010

História de uma Vida



4º capitulo


O tempo foi passando e eis que um dia fui pedida em namoro.
Eu nem queria acreditar que o rapaz por quem eu estava a sentir algo estranho, estava à minha frente dizendo que sentia por mim algo mais que amizade de colega e que queria saber se comigo se passava o mesmo e se poderiamos namorar.
Namorar? Namorar? Suava repetidamente na minha cabeça, que rodava, rodava...até que saí do meu semi estado de transe, quando fui abanada por ele e respondi que sim!
Dali em diante tinha companhia no caminho,estudavamos juntos,tudo parecia um sonho,até que um dia o F disse que tinha que falar comigo um assunto muito sério e que não podia passar daquele dia.
Curiosa esperei pelo intervalo e foi no recreio da velha Ferreira Borges que o F teve coragem para me dizer que queria acabar o namoro, pois o que tinha dito que sentia por mim não passava de mera mentira , e aposta com amigos em como era capaz de namorar comigo e que eu iria aceitar, pediu desculpa achou e admitiu que foi mal pensado, mas que tinha que chegar a hora de acabar com o mal que tinha feito e que não poderia voltar a trás etc...enfim não sei como me aguentei, mas era orgulhosa e não me podia mostrar fraca,nem tão pouco transmitir o gelado que estava o meu corpo e com toda a força que consegui não sei onde disse:- Ainda bem que tiveste coragem para acabar com a brincadeira, fica bem, adeus.
A partir daquele dia nunca mais lhe dirigi a palavra, embora continuasse a ser colega de carteira.
Chegou o final do 1ª período e nunca mais nos vimos, mas claro não era por isso que eu deixava de gostar dele, mas isso estava bem guardado comigo, pois aparentemente o que sentia era ódio e desprezo.
Com o inicio do 2ª periodo o comportamento do F começou a ser diferente, onde eu estava ele estava, no caminho era a minha sombra, nos recreios fazia notar a sua presença enfim situações as quais não era habitual ,pois até ali evitava os locais onde eu estivesse e agora por vezes até tentava meter conversa.
E foi na casa de uma colega que ele decidiu tentar meter conversa comigo mesmo directamente.Parece que estou a ver ele perguntar o porquê de não entrar no jogo com ele como dupla, e eu responder com um ar inocente mas muito confiante que com ele nem para jogos me servia, e foi aí que ele me disse que precisava de falar comigo sobre um assunto que nem ele sabia como
começar, mas que tinha uma certeza, é que tinha aprendido com o que começou como uma aposta ,tinha sido para ele uma grande lição de vida e que não conseguia deixar de pensar em mim e que a pouco e pouco ficou apaixonado por mim e queria reatar o namoro comigo.
Perante esta declaração devo ter ficado vermelha, verde, branca enfim ainda me lembro que o meu coraçãozinho batia, batia, batia e só passado alguns minutos consegui dizer com a boca quase seca, que iria pensar e que talvez na segunda lhe daria uma resposta...
Bom a resposta eu já a podia dar,logo ali naquele momentinho, mas achei que deveria tornar -me um pouco mais difícil,também não faria mal nenhum ao F ficar o fim de semana na dúvida...será que sim será que não? Afinal eu dei a entender o mal que me tinha feito e que não se brinca com os sentimentos de ninguém,daí ele ter ficado confuso de qual seria a minha decisão...

Xunandinha (continua)

sexta-feira, 5 de novembro de 2010

Divulgação



Estou a divulgar a troca de postais de Natal que a Luli Alves do blog Atelie Mania de fazer está a promover, é só ser seguidora deixar o nome -link-e-mail e inscrição na postagem onde vir este simbolo acima ,divirtam-se.

quarta-feira, 3 de novembro de 2010

O Outono Está No Ar



(Foto- cavalos selvagens Valença do Minho)


O Outono já entrou faz algum tempo, eu gosto de todas as estações, esta porque me trás o cheiro que tanto amo de terra molhada com as primeiras chuvas, a mudança de cor das folhas, o cair das folhas e os montinhos delas no chão, o cheirinho no ar da castanha assada,os serões mais caseiros e é nesta estação que se comemora o dia de S.Martinho e com este dia está envolvida uma lenda que eu vou recordar.
LENDA DO VERÃO DE S. MARTINHO
-----------------------------
Num dia tempestuoso ia S.Martinho, valoroso soldado,montado no seu cavalo, quando viu um mendigo quase nu ea tremer de frio que lhe estendia a mão suplicante gelada.
S.Martinho não hesitou: parou o cavalo, poisou a mão carinhosamente na do pobre e,em seguida,com a espada cortou ao meio a sua capa de militar, dando metade ao mendigo.
E, apesar de mal agasalhado e de chover torrencialmente, preparava-se para continuar o caminho, cheio de felicidade.
Mas subitamente a tempestade desfez-se, o céu ficou límpido e um sol de Estio inundou a terra de luz e calor.
Diz-se que Deus, para que se não apagasse da memória dos homens o acto de bondade praticado pelo Santo, todos os anos, nessa mesma época, cessa por alguns dias o tempo frio e o céu e a terra sorriem com a bênção dum sol quente e miraculoso.

(texto retirado do livro Flores para Crianças de Fernando Cardoso)

segunda-feira, 1 de novembro de 2010

Um Provérbio para cada dia do Mês



A cesta está mais que pronta para ir fazer vista para a feira de Outono e para o cantinho da Anna e de quem a quiser levar.



Romãs do Arripiado as leiteiras vieram comigo até Lisboa, para a nossa feira de Outono

Com o início de mais um mês cá vêm os habituais provérbios e dias festejados ao longo dele, espero que vos seja útil




01-11-10 A terra o criou,a terra o há-de comer.
02-11-10 Amor verdadeiro não envelhece.
03-11-10 Aos mortos e aos ausentes, não os insultes nem atormentes.
04-11-10 Em Novembro, põe tudo a secar, que pode o sol não voltar.
05-11-10 Dos Santos ao Advento, nem muita chuva nem muito vento.
06-11-10 Amigo do meu amigo, meu amigo é.
07-11-10 Albarda-se o burro à vontade do dono.
08-11-10 Águas passadas não movem moínhos.
09-11-10 Tanta vez vai o rato ao moínho, que um dia fica lá com o focinho.
10-11-10 Faz da noite, noite e do dia,dia e viverás com alegria.
11-11-10 Amor de velho, ciúmes de novo.
12-11-10 Amigo fiel e prudente vale mais do que parente.
13-11-10 Amizade de um dia, recordação de um minuto.
14-11-10 Amigo não empata amigo.
15-11-10 Amigos que desaparecem esquecem.
16-11-10 Amor forasteiro, amor passageiro.
17-11-10 Anda direito, se queres respeito.
18-11-10 Anda em capa de letrado muito asno disfarçado.
19-11-10 Antes a pobreza honrada que a riqueza roubada.
20-11-10 Antes burro vivo que sábio morto.
21-11-10 Antes de falares uma vez, pensa duas vezes.
22-11-10 Anda meio mundo a enganar outro meio.
23-11-10 Antes filho de pobre que escravo de rico.
24-11-10 Antes desejado que aborrecido.
25-11-10 Antes morrer da doença que da cura.
26-11-10 Antes que cases, olha o que fazes.
27-11-10 Ao amigo molestar, nem a rir nem a brincar.
28-11-10 Antes quebrar que torcer.
29-11-10 O saber não ocupa lugar.
30-11-10 Antes marido feio e laborioso que bonito e preguiçoso.

Curiosidades

01-11 Dia de Todos os Santos.
02-11 Dia dos Fiéis Defundos.
11-11 Dia de S. Martinho.
14-11 Dia Mundial das Diabetes.
15-11 Dia Nacional da Língua Gestual Portuguesa.
16-11 Dia Internacional da Tolerância.
17-11 Dia Mundial do Não Fumador.
20-11 Dia dos Direitos Internacionais da Criança.
21-11 Dia Internacional da Saudação.
" Dia Mundial da Televisão.
24-11 Dia Nacional da Cultura Científica.
" Dia Mundial da Ciência.

1 de Abril

No passado dia 1 de Abril dei a conhecer a amigos e conhecidos  que estava em Marraquexe por pouco tempo e como não tinha passaporte inven...