quarta-feira, 17 de agosto de 2016

Minha Querida Amiga...................Ventoínha!

Quando tirei esta foto pensava que tinhas uma casa e uma família,pois eras serena, calma, e pedias mimos.
Quando ia buscar o automóvel, lá aparecias tu a abanar a cauda e pedir uns mimos, até que na volta seguiste atrás de nós e lá ficaste, fiquei preocupada, os donos estariam em sobressalto,mas repara-mos que não tinhas coleira,mas não ficamos descansados, chegados ao largo do Oleiro, uma senhora disse que achou graça ternos seguido, aí comentamos que estava-mos aflitos pelos teus donos ficamos a saber que tinhas aparecido ali porque seguis-te uma senhora que foi ao cemitério, e tu estavas lá,o teu dono tinha morrido.
Afinal a nossa Ventoinha( foi o nome que lhe deram ) andava por ali ao sabor de quem lhe dava algo para comer, até que decidi adota-la.
Alí, fiquei a saber que as pessoas do largo gostavam de te ter ali.E ali ficou.
Comprei-lhe uma coleira e mandei gravar numa chapinha com o nome dela e meu numero de telefone.
Certo é que alguém que não a via com bons olhos pegou fogo à cauda dela, e mais tarde depois de seres mamã, voltaram a maltratar-te a ti minha Santa.
Durante anos tive o teu amor e tu tiveste o meu vinha-mos  de Lisboa e tínhamos sempre companhia,dormias que nem uma Santa e era com suaves patinhas que me acordavas, para dares os teus passeios, depois regressavas e ficavas lá por casa, tinhas um olhar tão meigo que eu sabia o que querias e tu já  sabias o que queria.
Vinda este ano cheguei ao largo e vi  e senti uma grande tristeza,  e achei estranho a Ventoínha não ter vindo ter comigo, foi quando me deram a triste noticia a Ventoinha tinha partido, pensam que foi um cão que a feriu, mas o cãozinho que acusam é tão doce nem sequer ladra, nãnãaaaaaaaaaaaa,teve mão humana e foi com veneno, pois ela vomitava sangue, enfim não me deixaram trazer a minha princesa e agora ela é uma estrela que nunca mais posso acariciar.
Minha querida Ventoínha TENHO SAUDADES DE TI, sabes o Royce, já me chama como tu, mas como sabes ele é rapaz, mas também é meigo ,mas um não substitui  o outro,bom se viesses comigo para Lisboa também o meu caminho não se tinha cruzado com o Royce.
Mas certo é que nunca mais te vou ver tal como tu ,pode ser que te encontres com o meu querido papá,aguardem por mim, pois as saudades  são mais que muitas por vezes pesam.
Saudades, saudades são mais que muitas engulo muitas vezes em seco, por não te ter levado e do meu papá partiu e eu não estava preparada ,também quem está preparada para perder um pai e uma excelente companheira, desabafei,e com lágrimas teimosas que querem rolar que vos digo estão com toda a certeza à direita do PAI-  Amo-vos.......................................

VIII-Interação Fraterna de Natal

VIII--INTERAÇÃO  FRATERNA DE NATAL Qual a Estrela Guia do meu Natal? A Estrela que me guia é a Estrela Mãe, a Estrela que surgiu ...