sábado, 25 de setembro de 2010

Blogagem colectiva " Espaço Aberto"



São o meu viver
O meu equilibrio
A minha luz
A minha certeza de querer


A razão de sonhar
De ter e de saber
Por eles ter de lutar
P`ró vestir e o comer


São o meu tudo ou nada
Com ou sem razão
A maneira de sentir
um amor de coração


Por eles corro Mundo e trilhos,
Cega e cheia de paixão
Pois eles são meus 3 filhos
E deles não abro mão

refrão 2 vezes

Amor de mãe
Bate forte
Bate forte, mas não doi
Amor de mãe é para sempre
Nem a morte o destroi.

Este poema foi escrito para participar na blogagem colectiva do espaço aberto, o desafio é até ao dia 29 -09-10 fazer uma letra de canção de amor e dedicá-la a quem se ama .
Pois a letra aqui está e dedico aos meus 3 filhos pois são eles quem eu amo, mais que a mim própria.

1 de Abril

No passado dia 1 de Abril dei a conhecer a amigos e conhecidos  que estava em Marraquexe por pouco tempo e como não tinha passaporte inven...