quinta-feira, 27 de junho de 2013

História de uma Vida de Criança



Olhando as crianças de hoje, recordo com alguma nostalgia a minha infância.
Filha única de família emigrante do norte, fui criada entre mimos e "pontapés".
Meu pai de profissão Padeiro trabalhava toda a noite, minha mãe analfabeta, rude, marcada pela vida,( de ter ficado órfã de mãe muito cedo cerca dos 10 anos e ter mais 6 irmãos um dos quais ainda de colo e não ter outro remédio senão ajudar em casa,) o único emprego que conseguiu foi o de" Mulher a Dias " como se dizia na altura.
Vivia-mos todos, naquilo que consideravam lar, uma barraca construída pelo meu pai algures para os lados da Ajuda,hoje penso que mesmo assim deviam ser tempos muito difíceis, pois o nosso lar era partilhado por 1 casal e 2 irmãos a quem davam o nome de "hóspedes".
Enquanto os meus pais viviam para o trabalho eu fui crescendo,mimos recebia de uma patroa de minha mãe que praticamente me adoptou até aos 10 anos "a minha mamã" era assim que eu a tratava ,depois ela partiu para ajudar os netos em Setúbal e nunca mais a vi...tanto que me lembrei e ainda lembro da minha mamã.
Toda a minha vida aprendi a fazer dinheiro  fácil,limpava uns jardins,umas gaiolas de passarinhos,ou limpava os amarelos das portas e das campainhas e no fim lá caiam umas moedinhas para o meu mealheiro,era com esse dinheiro que comprava um dicionário ou uma prenda para a minha mãe ,pois eu fazia sempre um postal e embora eu lhe lesse ,via que pouco ligava,já o meu pai esboçava um sorriso e se era do dia do pai ponha na carteira.
Lembro-me muito bem que pelo Natal não havia prendas,nem ligava sequer,pois os meus tios e outros que chegavam traziam ou um bolo rei ,ou broas,pão de lo e a minha mãe fazia as rabanadas,o meu pinheiro vinha para casa dias antes ,eu e o meu pai íamos à serra e trazíamos emprestado um galho pequeno de um pinheiro,com papel prata que apanhava do chão (dos chocolates ou do tabaco) fazia bolinhas e com agulha e linha fazia a argola para prender ao ramo, depois com um bocadinho de algodão ia espalhando dando ideia de neve e a farinha fazia o resto.
N a escola era uma infeliz se não soubesse algo na "ponta da língua" era posta de joelhos virada para a parede a estudar a matéria..
 Quando hoje vejo as crianças a tratarem mal colegas e professores gratuitamente,penso como era injusto para nós tanta disciplina,muita coisa mudou no ensino e concordo mas por favor pais"nem 8 nem 80".

Os pais tem de tomar atitudes quando vêem que os seus filhos estão a ficar agressivos .

sábado, 22 de junho de 2013

Aulas de Crochet

Na escola onde faço voluntariado ouve uma professora que me pediu se eu tinha um dia para ir ensinar as crianças a fazer crochet.

Combinamos que todas as quintas feiras eu iria até à sala de aula para ensinar.
Começamos a aprender a fazer o cordão que logo deu ideia para fazer os desenhos dos fatos do trabalho do projeto da escola, rapazes e raparigas fizeram kilometros de cordão  .
 A nota está dada excelente ,entre rapazes e raparigas fizeram cordão que deu para enfeitar os coletes do rapazes e a barra da saia das raparigas, para o novo ano letivo o crochet vai evoluir ai isso vai.

quarta-feira, 19 de junho de 2013

Socorro !!!!!!! Perdi os meus Blogues Favoritos!#"&$8)?=)(!!!!!!!!!!!!!!

A questão é :

No outro dia decidi dar uma renovada no blogue,porque havia bloques que eu seguia e que já ía para 1 ano ou mais que não postavam nada,resolvi ir tirar esses blogues que já eram bastantes e o que aconteceu os blogues que eu seguia e que estavam do lado direito do ecrã desapareceu tudo,queria repor os que sigo e não consigo ,alguém me ajuda?
Desde já agradeço

Voltamos a Barcelos

Mais uma vez tive de voltar a Barcelos,para fazer uns marcadores de livros e uns ímanes para enfeitar alguns frigoríficos ou candeeiros ,começo a ter pedidos e tenho que ter a mais.



quinta-feira, 13 de junho de 2013

Minhotas Desenhadas

                                                      Desenhos de minhotas em pano
                                                       Desenhadas e pintadas por mim

Parabéns Angelita


 O tempo foi passando Angelita casou e divorciou-se e eu igualmente,até que tem uma paixão primeiro de ódio e depois a rendição decide casar a 13 de Junho, mas a 8 dias do casamento surge uma tragédia,a sua casa ardeu e ficou sem nada, aí foi o nosso reencontro ,casaram no dia em que estava planeado ,mas em pouco tempo e com o incansável marido que praticamente não dormia para reerguer o mais breve possível o seu lar e Deus e muita gente ajudo-os e em pouco tempo tudo voltou ao normal.



De todos nós gostamos muitttttttttttto de vvvvvvvvvvvoçêssssssssssssssss
Feliz dia

quarta-feira, 12 de junho de 2013

Continuando com o Minho

Minho norte de Portugal terra de meus pais e que eu tanto amo,pelas suas tradições,romarias,maneira de falar,o carinho que demonstram por quem chega...enfim montes de recordações de uma menina metida por aqueles riachos de agua frequinha cheia de ortelã  e só em cuecas ,descalça,mas aí sim eu fui feliz.
Mais tarde regressei com o meu avô e acabei por ficar em casa de umas primas,eu mondei,eu ceifei,apanhei uvas e fiz vinho dizem que a uva só pode ser pisada por homens ,mas só havia dois um tinha 12anos o mais velho decidiu meter-se na pinga e a uva não podia esperar passei 3 meses super feliz foi preciso a minha mãe dizer que me ia buscar para eu voltar para Lisboa.
 Este trabalho de bonecas com estrutura de rolhas de cortiça só projecta a figura da mulher,porque queremos com ele homenagear todas as mães e todas as  mulheres de Portugal e Ilhas

Vieram os trajes desde a mulher que trabalha no campo,à que leva o almoço ao pai ou esposo, temos as domingueiras meninas mais abastadas ou seja de famílias  mais  ricas e as noivas minhotas vestidas de preto.

Reza a História que Mariana filha de um fidalgo se apaixonou loucamente por um rapaz bom honesto,mas de origem humilde,então ele decidiu ir trabalhar para longe.
O tempo foi passando e Mariana nunca casou ficou sempre esperando o seu amado,até que se resolveu vestir de negro,os anos foram passando,até que um dia o rapaz regressou,quando Mariana o viu decidiu correrem os dois para se casarem,Mariana casou de negro com o vestido que tinha.,



                                             Esta ainda não tinha cabeça nem mãos ,mas ficou linda







                                                              Mais uma sem cabeça, estava a secar

                                                        Lavadeira
                         esta está a chamar o Manel

Mãos e Espirito de Minhota

 Estes são pequenos,mas tenho uns mini para marcador de livros e com imã  para o frigorifico, não os posso mostrar por agora porque a minha máquina de fotos deu o berro, possivelmente  só para o Natal,mas cá me vou arranjar.

como é suposto tenho andado atarefada,mas vou mostrar as coisinhas que andei fazendo:

O tema da escola este ano foi Roteiros de Portugal

Na nossa escola o tema era Minho,Norte de Portugal
 Aqui a visita foi a barcelos

terça-feira, 11 de junho de 2013

O SUSTO PASSOU

Como tenho tido muito trabalho,de voluntariado,não tenho dado grande atenção ao meu espaço,e quando vinha ao blogue levei tamanho susto que não conseguia postar,hoje tentei e consegui entrar .
Depois também fiquei sem máquina de tirar fotos deu-lhe o pifo

isto é um bonsai que a Joana criou


Conversas , ideias , trocas com xunandinha: father and son - cat stevens [lyrics]

Conversas , ideias , trocas com xunandinha: father and son - cat stevens [lyrics]