sábado, 29 de dezembro de 2012

A Minha Solidão...

Descanso
Só,dentro da minha alma
do frio  que me embala nesta solidão
memórias que se apagam
feridas que sangram
e eu só
dor latejante
que me persegue
e corroi
quero deixar de pensar
fechar os olhos
e tentaresquecer
páginas de um livro
que não foram apagadas
e que amortalham
e ainda rasgam
vidas que não vivi
e só
vou-me aquecendo
dos restos
para não dizer que morri.


Este poema não foi feito por mim,mas identifica-se comigo, como me sinto.SOU EU...

In"capas"Fátima Porto-este texto é registado e protegido pelo IGAC

Rabanadas

Pão de forma,leite, ovos,oleo, casca de limão, açucar amarelo e canela para envolver as rabanadas,ou fatias douradas.
Cá em casa é o que se come melhor,mas tenho que ser eu a fazer.
Amorno o leite com casca de limão,à parte bato uns 3 ovos e ponho óleo a aquecer.
Passo a fatia de pão no leite e depois no ovo e ponho na frigideira a fazer, assim que estiver loura tiro a fatia deixo escorrer o excesso de óleo e passo no tabuleiro com o açucar amarelo e canela.
Depois vou pondo num prato para levar à mesa.
Eu gosto de utilizar o açucar amarelo porque forma uma calda.
Ficaram muito boas.

Serradura-doce

,  
Bater o leite condensado com as natas,verter para uma taça um pouco da bolacha moída,alternar camadas do creme batido com o pó da bolacha,termina a ultima camada com o pó da bolacha.Se preferir pode juntar a bolacha em pó às natas e leite condensado ,bater bem colocar numa taça e levar ao frio.
Quanto mais tempo o doce ficar no frio, não fica tão doce,pode dobrar a receita.



O Arroz Doce de Familia

Este arroz é muito famoso,havia 3 pessoas na familia que sabiam o segredo, infelizmente fiquei só eu que já estou a tentar passar o testemunho a alguém na familia, a receita já a deixei  aqui algures.


Sempre que há arroz doce em casa o meu Flávio vem sempre com uma caixinha para levar para um amigo que ama arroz doce.

Cachorrinhos no Pote - fofos demais