terça-feira, 15 de maio de 2012

Esperança

Blogagem coletiva 3ªfase desafio  proposto pela Rosélia do blogue Espiritua-lidade.

...A minha fase faz parte da história verídica que aproveitei e resolvi relatá-la neste desafio
Depois de algum tempo zangados, um dia ele esperou-me e pediu para falar comigo,começou a ir por falas caras que nem estava a entender, muito bem embora começa-se a pensar que com tantos rodeios a coisa não era muito boa.
Por fim lá se encheu de coragem e pediu-me em namoro,outra vez disse logo eu na defesa, então ele lá foi dizendo que desde que me fez aquela brincadeira só começou a pensar em mim,e cada dia que passava começou a perceber que se estava a apaixonar por mim,claro que não dei logo o sim ,mas o meu coração ia-me traindo,mas consegui pedir dias,pensei para comigo vou dar em louca,mas pensava,não posso dar logo o sim que tanto quero,mas no caminho para casa ele correu para me acompanhar e quando nos despedimos disse-lhe que sim.
A partir daí vivi o meu primeiro amor, fazíamos planos,embora a minha mãe não aprovasse o namoro,mas tínhamos Esperança que isso iria passar com o decorrer dos anos,até fingi namorar outros para poder viver o meu grande amor,dado à minha pouca idade acabei por cometer o maior erro da minha vida, e minha mãe obrigou-me a casar com 15anos,quando ele soube nem queria acreditar,a Esperança morreu comigo no dia em que casei 1976,contudo voltou a crescer em mim quando em 1993 me divorciei,nunca mais o vi ,mas vivo sempre na Esperança de o encontrar, concerteza estará no estrangeiro,ou noutra zona da cidade,é com olhos cheios de lágrimas que vos digo, voltei a casar em1996,embora seja feliz,nunca perdi a Esperança de um dia me cruzar com o meu grande e primeiro amor, conhecido por Xico Canhoto...

Mensagem dada

                                                      A Vida e o Amor que criamos são a Vida e o Amor que vivemos  .