sábado, 29 de dezembro de 2012

A Minha Solidão...

Descanso
Só,dentro da minha alma
do frio  que me embala nesta solidão
memórias que se apagam
feridas que sangram
e eu só
dor latejante
que me persegue
e corroi
quero deixar de pensar
fechar os olhos
e tentaresquecer
páginas de um livro
que não foram apagadas
e que amortalham
e ainda rasgam
vidas que não vivi
e só
vou-me aquecendo
dos restos
para não dizer que morri.


Este poema não foi feito por mim,mas identifica-se comigo, como me sinto.SOU EU...

In"capas"Fátima Porto-este texto é registado e protegido pelo IGAC

Rabanadas

Pão de forma,leite, ovos,oleo, casca de limão, açucar amarelo e canela para envolver as rabanadas,ou fatias douradas.
Cá em casa é o que se come melhor,mas tenho que ser eu a fazer.
Amorno o leite com casca de limão,à parte bato uns 3 ovos e ponho óleo a aquecer.
Passo a fatia de pão no leite e depois no ovo e ponho na frigideira a fazer, assim que estiver loura tiro a fatia deixo escorrer o excesso de óleo e passo no tabuleiro com o açucar amarelo e canela.
Depois vou pondo num prato para levar à mesa.
Eu gosto de utilizar o açucar amarelo porque forma uma calda.
Ficaram muito boas.

Serradura-doce

,  
Bater o leite condensado com as natas,verter para uma taça um pouco da bolacha moída,alternar camadas do creme batido com o pó da bolacha,termina a ultima camada com o pó da bolacha.Se preferir pode juntar a bolacha em pó às natas e leite condensado ,bater bem colocar numa taça e levar ao frio.
Quanto mais tempo o doce ficar no frio, não fica tão doce,pode dobrar a receita.



O Arroz Doce de Familia

Este arroz é muito famoso,havia 3 pessoas na familia que sabiam o segredo, infelizmente fiquei só eu que já estou a tentar passar o testemunho a alguém na familia, a receita já a deixei  aqui algures.


Sempre que há arroz doce em casa o meu Flávio vem sempre com uma caixinha para levar para um amigo que ama arroz doce.

sexta-feira, 28 de dezembro de 2012

Torta de Cenoura

A torta era tão grande que tive de cortar um pouco, pois não cabia no tabuleiro


500grs de cenouras descascadas ,que coze em pouca água e põe de parte a escorrer.
500grs de açucar branco,que adiciona 4 gemas 4 colheres de sopa de farinha,junta a cenoura e por fim as claras em castelo,bate tudo muito bem.
Unta um tabuleiro com margarina,forra com papel vegetal e unta também.
Vai ao forno médio, quando estiver cozido desenforma e enrola ao papel para tomar a forma.
Espero que não tenham dúvidas ,senão é só pedir para fer.fernandes@clix.pt.

Aniversário do Chefe

No dia 19 de Dezembro festeja-mos mais um aniversário do maridão, o bolo fui eu própria que fiz 56 Outonos, estamos a ficar" entradotes" como dizia o meu cantor preferido José Cid.



quarta-feira, 26 de dezembro de 2012

Mãe Natal Chegou...






 A encomenda era para o membro mais pequeno desta casa a minha Joanita ,remetente uma querida amiga virtual que tem umas mãos de Anjo, a Joanita ficou encantada,  com tudo o que a sua Mãe natal lhe tinha enviado,parecia um papagaio,olha mamã a perfeição como tudo está feito, até vai ao premenor de pôr etiquetas redondas pequeninas e com recortes de ondas,a CÉU TRABALHA COM O CORAÇÃO.
Obrigada CÉU 

Que  2013 traga tudo de bom saúde ,muito sucesso e muitas encomendas
(o blogue da Céu   -Coisas Giras-)




Este foi um miminho que também recebi, um saquinho de cheiros que já está a fazer a sua função.Um grande abraço, esperando dias melhores.

sábado, 22 de dezembro de 2012

Stº António de Lisboa

Este Santo António de Lisboa foi feito em tecido e feltro, e vai ser um presente de Natal para uma amiga muito especial, penso que vai gostar porque ela nasceu a 13 de junho.
 

 

quinta-feira, 20 de dezembro de 2012

Será Que Temos Violinista?

No dia 17 de Dezembro a Joana fez a sua 4ª audição de violino.Tocou o Corcertino em Ré M, op.15, 1 º and. de F.Kuchler  ao piano foi acompanhada pela profª Karina Axenova.
Contudo embora nervosa, a audição correu muito bem.

sábado, 15 de dezembro de 2012

Blogagem Colectiva- As Nossas Alegrias

A convite da amiga Orvalho do Céu aceitei o desafio proposto,porque a adoro assim como as blogagens colectivas.

Nasci a 12 de Abril de 1960, fui crescendo como qualquer criança,minha maior alegria era subir para as cavalitas do meu papá, ir à Serra apanhar pinhas para mais tarde tirar-mos os pinhões que seriam partidos mais perto do Natal, minha mãe nunca teve muita paciência para mim se ficasse em casa apanhava com toda a certeza ,ela gosta muito de rapazes,daí eu escapar-me sempre com o meu pai.
Foi um dia em cheio o dia em que com um amigo do meu pai fomos os três no barco pescar para ao pé dos pilares da Ponte 25 de Abril,pescamos um enorme safio e camarão,que alegria....quando não tínhamos sorte passávamos pela praça e comprava-mos um peixinho e caranguejos muito riamos os dois.
O tempo foi passando comecei com os namoricos e casei com 15 anos,foi um dia feliz mas ao mesmo tempo angustiante pois era um passo sério,mas com o tempo tudo passou e a 14 de Dezembro de 1976 pelas 8,h35m nascia o meu primeiro filho ,isso sim foi uma alegria que só me apetecia sair da maternidade e gritar que fui mãe.
O tempo foi passando e o meu filho crescendo lindo até que aos 14 anos decidiu que queria receber o batismo uma luz se acendeu no meu coração sem pressões de ninguém fez-se uma festa simples mas linda.
Em 1993 nasceu o meu segundo filho e como o pai não concordava com a gravidez acabamos por nos divorciar, recebi este filho com a mesma alegria no entanto a vida não foi fácil, mas tive ajuda do meu primeiro filho que foi preciosa em tempos difíceis.
Mas com Deus não dorme tive a sorte de arranjar um companheiro que veio dar mais alegria e passeios sobretudo ao mais pequeno.
Casamos em 1996 foi um dia muito feliz e importante e no ano 2000 nascia a nossa princesa que foi recebida com muito amor e alegria.
Aos 25 anos o meu filho mais velho decide dar o grande passo e casa e em 2004 sou avó de um lindo menino que veio fazer crescer a família ficou tudo   ao rubro....hoje tem 8 aninhos e frequenta o 3 ano
Eu estou hoje com 52 anos estou  muito bem, sinto-me alegre por fazer voluntariado há 8 anos numa escola ,embora de há uns tempos para cá tenha tendência a isolar-me e sentar-me ao lado do sitio onde jaz o meu querido PAPÁ.

Peço desculpa ,mas este texto é verdadeiro,mas não o poderia acabar com alegria,foi o melhor que consegui.

sexta-feira, 14 de dezembro de 2012

Ser Mãe Aos 16 Anos

Foi a 14 de Dezembro de 1976 pelas 8,h35m com 3,320 kg nascia na Maternidade Alfredo da Costa o meu primeiro filho ao qual eu e o pai demos  o nome de Paulo Alexandre.Ele já me deu um neto,  tem 8anos e  chama-se Paulo Alexandre.
                                                     Parabéns filho

A árvore de natal deste ano

 Esta é a árvore de Natal habitual de cá de casa,ao lado ou por baixo da árvore estava o meu presépio ano de 2011
Esta é a minha árvore de Natal  2012  encolheu mas já tem alguns presentes, todos feitos pelas nossas mãos
O presépio este ano substitui pela sagrada família que eu própria fiz, o presépio é muito grande e tem de ser feito com carinho e amor,e eu ando um pouco em baixo com D.P.
Mas a pouco e pouco a casa já cheira a Natal

domingo, 9 de dezembro de 2012

Estrelas e Bolas



 Bolinhas e Estrelas de Natal em feltro---desta vez deixei o molde da estrela é preciso cola quente para formar a pétala de cima e depois colar ao molde de baixo,se tiver duvida tem o passo a passo no blogue artemelza é só procurar

sexta-feira, 7 de dezembro de 2012

FLOCO DE NEVE

 O floco de neve foi tirado do molde da amiga artemelza, as decorações foram elaboradas por mim.
Qualquer molde que precise é só pedir que eu envio por e-mail ou posto aqui mesmo

domingo, 25 de novembro de 2012

O Meu Royce

Já vos devo ter falado que adotei um cão os meus filhos viviam a melgar-me porque nunca tinham tido um cão eu e o pai e o irmão mais velho já tinhamos tido e só eles é que não podiam ter,depois falavam de raçase um dia eu disse vamos a um sitio onde há muitos cães mas não são vocês que escolhem eles é que vão escolher se nos querem para familia eu já tinha fado no Royce porque me comoveu foi para lá bébé com outros irmãos e a mãe todos foram adotados o royce vieram devolver porque tinha muita energia.
Chamaram o royce e mal me viu lambeu-me toda aos miúdos e ao meu marido.
Foi amor à primeira vista,tudo mudou horas de ir à rua apanhar os dejetos,enfim mas é um amor ,pede para ir á rua se tem de ficar em casa sózinho não estraga nada, adora comer e já nos conhece à légua.



Vou mostrar algumas imgens dele ,se apanha uma porta aberta do quartoaproveita para tirar uma soneca e puxa as mantas dos miudos.
No Arripiado olhando o Tejo.
O dono tirou uma sesta e ele aproveitou a deixa é o máximo

Árvores de Natal

Este Ano tal como já disse não vou fazer compras de Natal,e tenho estado entretida a fazer umas coisinhas que vou vendo pela net.
A mais pequenina vai para a creche do meu sobrinho Martim,pediram um enfeite de Natal com um CD, eu como gostei tanto destas árvores fiz uma mais pequena e o CD é a base .
Na escola vamos fazer destas árvores para os meninos levarem para casa.
A maior já tem dona.
Espero que tenham gostado.

sexta-feira, 23 de novembro de 2012

Presentes Com Amor E Carinho

Como este ano em relação à maior festividade que é o Natal tal como eu muitos Portugueses veem-se
privados de um dos direitos que foi conseguido com o 25 de Abril o famoso subsidio de Natal,eu como mãe de família decidi fazer uma pequena troca de prendas feitas por mim. este vai para uma pessoa muito especial

sábado, 17 de novembro de 2012

Torres Novamente

Este ano a minha filhota já tem Francês e como há uns tempos atrás me viu fazer umas quantas Torres EIFEL e então eu decidi fazer uma para ela ,que adorou claro ela adorou

sexta-feira, 2 de novembro de 2012

Dia dos Nossos Entes Queridos

Parece que foi ontem,que ias à pesca comigo,que andavas comigo às cavalitas, que fazia-mos programas e iamos até ao Monsanto apanhar pinhas,ao parque infantil do Alvito,adorava ir contigo atravessar o Tejo num cacilheiro,como eu era feliz com tão pouco.
Tu eras a minha tábua de salvação,o meu porto de abrigo, cúmplices de desabafos éramos dois num só.
Até cansado cedeste à doença e entre desabafos ...foi um até amanhã papá ...e não houve mais amanhã para nós.
Meu querido papá  já lá vão 5 anos e cada vez sinto mais  a tua falta ,queria estar contigo,sei porque pressinto que me acompanhas.
Estou muito infeliz,logo que poças vem buscar-me por favor...
Mil beijos e abraços desta filha que não te esqueçe  nunca

sábado, 20 de outubro de 2012

Em Modo De Despedida...

Queridas amigas e amigos,preciso de repor minhas ideias,saber ou tentar perceber se a minha pessoa é util a alguém.
Sempre gostei de ajudar e com a crise que o País atravessa fico muito infeliz com tudo o que se está a passar ,pois não posso ajudar, quem precisa, nem mesmo a mim própria até um dia,beijinhos e xi-corações  para todos

sábado, 29 de setembro de 2012

quinta-feira, 27 de setembro de 2012

Maria-Menina-Mulher

Era uma vez uma menina chamada Maria  muito observadora e atenta,essa menina frequentava o que hoje chamamos jardim infantil,mas naquela altura  chamavam-lhe a casa do Parque.
Todos os dias a menina por volta das 6h30m lá estava sentada junto ao grande portão cheio de heras com o saco para reforçar o lanche e com montinhos de pedras que se ia entretendo até vir a cozinheira.
A cozinheira era a primeira funcionária a chegar para pôr a cozinha a funcionar.
Dona Rita assim se chamava a cozinheira,era gordinha a sua pele muito branca mas as suas bochechas estavam sempre rosadinhas,era muito meiga para todas as crianças.
Quando me via dizia sempre:-Olha a ajudante já cá está como sempre.
Depois dava-lhe a mão e lá ia-mos pelo caminho acima.
Adorava ver a D.Rita a cortar as couve,as cenouras  etc...A uma certa hora fazia uma paragem para tomar café e uma enorme fatia de pão,para mim havia leite com café e pão com marmelada,com eu a  adorava.
Quando começavam a vir as monitores lá ia-mos para sala aprender,o recreio era enorme mas não podíamos ir para certos espaços, no entanto lembro que havia um dia que ia lá uma Senhora e vestiam -nos un bibe cor de rosa às meninas e azuis aos rapazes,podíamos brincar por todo o lado e os cavalinhos de pau que eu costumava espreitar guardados numa sala, vieram para o pátio,nesse dia havia bolos e o almoço era mais refinado,embora para mim a D.Rita fosse a melhor cozinheira do Mundo.
Maria cresceu e entrou para a 1ªclasse,da parte da manhã era tudo igual só que depois de almoço atravessava o jardim sozinha para ir para a Escola Primária na rua do Possolo depois ia para casa  de uma patroa que gostava de ficar com Maria(a minha mamã) uma senhora das senhoras onde a mãe trabalhava, ou ia ter à Sampaio Bruno e aí Maria confessa que tinha muito medo,por causa das histórias que ouvia contar.Às vezes Maria perdia-se nas horas ao atravessar o jardim havia um largo redondo tapete de relva e eu adorava passá-lo a pente fino,pois as educadoras tinham levado lá todas as crianças e todas tinham achado chocolates e rebuçados,agora todos os dias para apanhar ,Maria confessa que ainda apanhou uns três,mas depois bem podia dizer as palavras mágicas que nem umzinho voltou a comer dali que estranho.
Outra coisa me fazia muita impressão e até causava mesmo medo era quando tinha que ir ter com a mãe à Sampaio Bruno,a mãe de Maria avisava sempre para não ir com ninguém, mesmo que dissesse que os pais tinham mandado,e outra coisa importante se me prometesse bonecas para eu dizer que não queria.
Um dia passava Maria pela ruela da agência portuguesa de revistas,e um homem chamou Maria,assim que ouviu falar em boneca,Maria correu com toda a força que tinha e só parou junto da mãe.
Também tinha muito medo de ir para casa sozinha,na escola diziam que a terra girava e Maria tinha um medo terrível de chegar a casa e ela não estar lá.
Maria achava que dentro da telefonia havia alguém assim como na TV.
Havia muita inocência nesta Maria mas também muita pureza ,o tempo foi passando e Maria foi aprendendo à sua custa, tudo o que fez dela uma mulher.

quarta-feira, 19 de setembro de 2012

Obras Em Lisboa / Pinturas No Arripiado


Finalmente quase as férias a acabar, mas ainda houve tempo para pintar a casa, ficou bonita, mas deu um trabalhão tirar dos sítios a cal que ainda havia,a partir de agora vou pintar sempre a casa com tinta,porque a cal fica bonito na altura ,mas vêem as primeiras chuvas e começa a sair

1 de Abril

No passado dia 1 de Abril dei a conhecer a amigos e conhecidos  que estava em Marraquexe por pouco tempo e como não tinha passaporte inven...