domingo, 25 de outubro de 2015

...Falei com Deus

Por vezes no meio do seio familiar estou só,
não entendo o porquê desse sentimento,
uma família com tanta gente,
as amigas têm as suas ocupações profissionais,
umas faço parte delas outras só da vida 
e  no meio de tanta gente estou só, 
mas compreendo muito bem,
pois as pessoas vivem a correr,
uns a olhar para a sua própria sombra,
que nem reparam noutras sombras,
não tão menos importantes,
 logo eu, uma cristã em que penso
sempre primeiro no próximo
e que por vezes fiquei para último
e em nada fico contrariada
que de adulta passo a criança
de peão passo a motorista sem carta
de mãe passo a filha
uma filha carente de afetos
e órfã de pai ....
Falei com Deus... eeeeeeeeeeeeeee
Obrigado Papá por me afagares os cabelos




 

Verdades do Tempo - Thiago Brado