sexta-feira, 24 de fevereiro de 2017

# 52 de Gratidão com Elaine Gaspareto



                                          # 52 Semanas de Gratidão



 

                                                                   VIII Semana

Quando meu 1º filho nasceu o pai não quis que fosse batizado pela igreja Católica, dizia que o filho quando falasse que lhe pedisse, com 14 anos o Paulo decidiu que queria ser batizado e que queria aproveitar e fazer a  1ª Comunhão e foi ele próprio que escolheu os seus padrinhos, mais tarde com 26 anos casou pela igreja Católica e batizou o seu filho.
Quando o meu 2ºfilho nasceu o Flávio, foi o pai que escolheu e para meu desagrado,pois não queria que o meu filho tivesse padrinhos ausentes , mas optou pelos familiares imigrantes, fiquei um pouco triste pois acho que os padrinhos são pessoas especiais e que um dia serão capazes de ajudar na sua educação, o certo é que os padrinhos só lhe davam presentes, mas saber o seu gosto estavam longe e isso não era importante.
Quis Deus que tivesse um 3º Filho e aí pensei que estava na hora de fazer o" gosto ao dedo" falei com meu esposo e ele compreendeu  que seriam uns bons padrinhos,houve várias pessoas a perguntar se já tinha padrinhos ao qual respondia sempre que sim. Depois da Joana nascer comecei por tratar dos meios legais para começar a alinhavar o Batismo ,até que aos 2 meses pedi para os padrinhos( que não sabiam que já do Flávio eram os eleitos) irem até lá a casa.
Até que lhes pedi se gostavam de ser padrinhos da Joana, eles com lágrimas nos olhos responderam que não lhe podiam dar luxo, ao qual respondi que eu sabia a condição , mas que teríamos imenso gosto, pois queríamos uns padrinhos para a vida e não para presentes ao qual aceitaram prontamente.Sou grata pelos padrinhos que a minha filha tem, enquanto era pequena vinham ao fim de semana dar o almoço, vai passar uns tempos com os padrinhos e regularmente se visitam, por essa oportunidade que Deus me deu estou eternamente Grata e sinto uma Gratidão imensa por sermos comadres e padrinhos ao mesmo tempo pois escolhi-os como meus padrinhos de casamento.
                                                                   Os três irmãos













Vamos Brincar com a Chica?


                                           
                                             
  Vamos brincar com a Chica?             Claro que sim!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!

                                            A Coerência mora efectivamente no meu coração

                                                É com muita Coerência que faço artesanato

Obs: venho por este meio pedir desculpa por falta de visitas a todos que me são especiais que são todos aqueles que de uma maneira ou outra me acarinham, mas quando se trata de saúde de um filho a dias de fazer viagem é dose para canudo, por esse motivo peço imensa desculpa.

                          
                        Voa Joaninha aproveita esta oportunidade, mas querida volta depressa

sábado, 18 de fevereiro de 2017

Vamos Brincar com a Chica?

                                               
                                                       Vamos Brincar com a Chica?
                                                
                                                       A leitura  desta foto é de "Paraíso"

                                                        A minha leitura de todas as noites

sexta-feira, 17 de fevereiro de 2017

# 52 Semanas de gratidão

                                                                   
                                                                         VII Semana

Sei que sou uma pessoa Traumatizada a infância marcou  muito minha vida.
Sou daquelas pessoas que sofre pelos outros, contudo a minha felicidade deixa muito a desejar, contudo quando estou só penso muito e a depressão volta vou ao fundo, pensando melhor acho que nunca  de lá saí, mas tenho sempre uma mão que me faz ver que quer chova ou faça sol é um novo dia ,olho para o céu cinzento ou azul e fico grata porque afinal e infelizmente há quem esteja muito pior que eu.

sábado, 11 de fevereiro de 2017

Vamos Brincar com a Chica ?


                                                        No Arripiado os dias são de  Alegria
 







                                                               Salame de chocolate
                                                            Fim de tarde no Rio Tejo

sexta-feira, 10 de fevereiro de 2017

# 52 semanas de gratidão

                                                              VI Semana de Gratidão

Além de ser grata pelos meus filhos, na Vida tinha vários sonhos .

Um   deles era conhecer os Açores, visto já ter conhecido a Ilha da Madeira em 2003 pela altura do casamento do meu filho Paulo.
Os anos foram passando e já tinha tomado consciência que nunca iria  concretizar esse sonho.
Até que sem ninguém prever a orquestra onde a minha filha Joana toca foi convidada a ir tocar pelas festas Junho 2015 na Ilha Terceira, então decidi acompanha-la, pois vi ali uma oportunidade de ir conhecer uma das nove Ilhas  dos Açores ,por essa oportunidade eu estou  muito Grata e encaro isso como fosse Deus a ajudar-me,sabendo ele que gosto mais de dar que receber muita Gratidão Senhor e sei que não ficarei por aqui...
                                        Em cima a voluntaria Joana a tocar a solo num lar de idosos


quinta-feira, 9 de fevereiro de 2017

Boneco Noody

Adoro muito o boneco Noody, quando eu era criança adorava ver os livros do Noody, mais tarde  veio a febre dos bonecos e eu comprei um para mim, e decidi fazer um feito por mim.



domingo, 5 de fevereiro de 2017

# 52 Semanas de Gratidão


V Semana


Vai para 5 anos adotei um animal.



Sua história tocou meu coração quando andava a pesquisar canis, pois meus filhos queriam que o comprasse, informei-os que nunca compraria um animal sabendo que os canis estão cheios de cães para adotar.

Mas sua história era um pouco triste pois nasceu em canil ele e seus irmãos, todos inclusive o cão  que vos falo, mas a família que o adotou  não tinham paciência e devolveram o cão no canil. Esta família não queria um animal, mas sim um boneco de vidro,porcelana ou plástico.                                                           

É aí em que eu e minha família entramos, mal o vi fiquei apaixonada e consegui só por olhar contagia-los .

Assim o nosso Royce entrou nas nossas vidas, eu e todos nós temos uma imensa gratidão com Deus pois o Royce é um amor, adora comer,não gosta de banhos, é muito fiel ,amigo mas também é dorminhoco, por vezes está no sofá nem se dá ao trabalho de se deitar melhor está quase a cair conforme mostra as imagens.

Obrigada meu Deus por nos ter dado a alegria de termos encontrado o nosso Royce.

VIII-Interação Fraterna de Natal

VIII--INTERAÇÃO  FRATERNA DE NATAL Qual a Estrela Guia do meu Natal? A Estrela que me guia é a Estrela Mãe, a Estrela que surgiu ...