sexta-feira, 24 de agosto de 2018

9º Aniversário do Espiritual-idade dia 2 24/08/2018 24/08/2018


Continuação da festa do blog da Rô




Viva a Festaaaaaaaaaaaaaaaaaaa!









...No meu lugar mágico existe um castelo de seu nome Almourol em que em tempos viveu nele um Mulçumano que tinha uma filha a princesa Ari.(reza a história que se passou o que vou contar)

Ora num dia de saída Ari conheceu um rapaz do Arripiado filho de camponeses e apaixonaram-se,contudo o pai quando soube fechou Ari numa torre do Castelo apeada a uma mesa, o povo começou a falar sobre o que se passou no Castelo e diziam que Ari estava peada que mais tarde juntaram a s duas palavras e deu o nome à aldeia cheia de magia Aripeado  daí Arripiado. (Peada = amarrada)




















É tão especial para mim este património que também eu tenho uma história passada lá.
Estávamos em Agosto  de 2007 e como havia festa no Arripiado o transporte de barco para o Castelo ou para Tancos é gratuita, eu estava de férias com o esposo filho Flávio e a Joana a que se juntaram o meu filho Paulo esposa filha e filho  no total éramos 8 e decidimos fazer um passeio de barco até ao Castelo, fomos no barco dos bombeiros que marcou connosco uma hora para estarmos no cais que viria buscar-nos.
Visitamos o Castelo e antes da hora marcada lá estavamos no cais conforme combinado, a noite começou  a cair e nada de barco, eram já 22h e o Flávio  foi ao outro lado da ilhota ver se via alguém a quem pedir ajuda .Meu esposo já dizia vou apanhar canas e faço uma fogueira de certeza na festa vão ver lume e virão até aqui, e lá se vai a 7 maravilha do Mundo pensamos.Sem telemóvel, sem agasalhos e sem luz a coisa estava preta até que um senhor que o Flávio tinha visto do outro lado veio de barco e passou-nos para o lado de Tancos.

Cais de embarque e desembarque na ilha onde está o majestoso Castelo




Passado uma meia hora lá veio um bombeiro buscar-nos e vinha com cara de poucos amigos até que lhe disse o que tinha acontecido ficamos no Castelo fechados cerca de 3horas, depois disto passado recordamos com um sorriso pelo fato de o meu esposo ir fazer uma grande fogueira com as canas e lá se ía uma das 7 maravilhas do Mundo.



Mas no meu Mundo mágico ainda há mais maravilhas ....Continua











8 comentários:

Rejane Tazza disse...

Puxa, foi uma aventura!!! Ainda bem acabou bem! Gostando de ver mais do teu lugar mágico! bjs, chica

Toninho disse...

Ave Maria amiga, imagina ficar esquecido num lugar sem estrutura e despreparado. Os bombeiros falharam feio com vocês.
Imagino o fogaréu do marido e fazendo e sinal de fumaça como indígena.
Bonita participação amiga;
Meu carinhoso abraço de paz e luz e bom fim de semana.

Roselia Bezerra disse...

Bom dia, querida amiga Xunandinha!
Estou adorando saber das suas histórias do seu Mundo Mágico que nos dá a conhecer.
Você é muito criativa e adoro o seu modo de ser.
Vou esperar a continuação com grande carinho e expectativa.
Sinto-me honrada por tão brilhante narração de um lugar que já amo mesmo sem conhecer.Tem castelo, tem meu apreço, rs...
Obrigada por curtir bem a festa de 9 anos do meu blog, amiga querida.
Tenha dias felizes e abençoados!
Bjm fraterno, carinhoso, festivo de muita gratidão

"Que a mágica dos sentimentos positivos domine seu dia e abrace seu coração!"

FILOSOFANDO NA VIDA Profª Lourdes Duarte disse...

Olá amiga!
Chegando com o CONVITE do POETIZANDO E ENCANTNDO.

Hoje à noite, estarei postando a 50ª edição do Poetizando e Encantando. Está quase pronta a publicação, mas posso dizer-lhe que as imagens estão convidativas para mais inspirações grandiosas como vem acontecendo a cada edição.
Será um prazer ter você participando, comentando ou participando em seu blog, pois o sucesso desta BC é graças a você e a todos que amam a poesia.

Deixo essa poesia de (Florbela Espanca
Para lhe falar da grandiosidade do ser poeta que és.

Ser poeta é ser mais alto, é ser maior
Do que os homens! Morder como quem beija!
É ser mendigo e dar como quem seja
Rei do Reino de Aquém e de Além Dor!

É ter de mil desejos o esplendor
E não saber sequer que se deseja!
É ter cá dentro um astro que flameja,
É ter garras e asas de condor!

É ter fome, é ter sede de Infinito!
Por elmo, as manhãs de oiro e cetim…
É condensar o mundo num só grito!

E é amar-te, assim, perdidamente…
É seres alma e sangue e vida em mim
E dizê-lo cantando a toda a gente!

Abraços da amiga Lourdes Duarte.


Maria Luiza disse...

Xunandinha, que aperto que passaram, hein? Ainda bem que o resgate veio sem muito tardar! Esperando por mais aventuras deixo-lhe um grande abraço!

CÉU disse...

Olá, querida Xunandinha!

Ia jurar k tinha deixado aqui um comentário, mas não o vejo por cá. Paciência! Faço outro.

Parabéns por ter participado e continuar a participar, mais duas postagens, que eu desse por isso, no 9º aniversário do blogue Espiritual-Idade da nossa amiga comum, Rosélia.

Não conheço o castelo de Almourol, mas a sua história não foi lá mto agradável. Olhe se não fosse o bombeiro! Depois de 3h fechados no castelo, é natural, k após o caso, se rissem da situação vivida.

Então, o seu lugar mágico é a sua amada terra, pelo k percebi.

Beijinhos e dias felizes.

Roselia Bezerra disse...

Boa tarde, queridis, obrigada pelos comentários à também querida amiga Xunandinha. Bjm a todos.

Roselia Bezerra disse...

Olá, querida amiga Xunandinha!
É com muita gratidão e carinho que venho agradecer por todo empenho em comentar as postagens da nossa festa da amizade e carinho!
É tão bom interagir com nossos amigos!
Vi que foi aos blogs e agradeci a todos por lá. Um belo exemplo de carinho e amizade fraternal você deu.
Agradeço seu imenso carinho em participar e, se Deus permitir, no próximo ano, estaremos juntos para mais agradecer tanta Bondade em nos unir.
Blogar é muito bom e nos faz felizes quando interagimos com nossos amigos.
Fiz este igual a todos pois é assim que lhe quero bem.
Gratidão imensa por TUDO.
Tenha dias felizes e abençoados junto aos seus amados!
Bjm fraterno e carinhoso de paz e bem
O mais bonito Lugar Mágico é poder ser para o outro e poder ter a certeza de estar no coração do nosso amigo, do lado esquerdo do peito.

Verdades do Tempo - Thiago Brado